Controle biológico com drone: como funciona?

O drone para agricultura proporciona aos produtores dados precisos de áreas extensas e de difícil acesso. Um único operador é capaz de fazer um levantamento topográfico cobrindo muito mais terreno em menor tempo. Este equipamento também pode ser um importante aliado na luta contra as pragas. Saiba mais sobre o controle biológico com drone: como funciona? Controle biológico com drone: como funciona?

A Agricultura de Precisão (AP), tem impactado a produtividade e a otimização das terras. Entre os avanços da tecnologia agrícola, inclui-se o uso de drone para agricultura no controle biológico de pragas. Um único operador é capaz de cobrir muito mais terreno em um menor tempo. Com uma visão geral mais ampla, os agricultores podem ter uma perspectiva maior dos campos de cultivo que estão inspecionando, resultando em uma agricultura mais eficiente.

Controle biológico com drone: como funciona?

O controle de pragas e doenças consiste no emprego de medidas que visam impedir ou diminuir a proliferação de organismos nocivos às plantas, evitando ou reduzir danos e, consequentemente, prejuízos. O controle biológico com drone consiste no uso de indivíduos ou organismos de ocorrência natural para prevenir, reduzir ou erradicar a infestação de pragas e doenças nas plantações.

O uso dos agentes naturais no controle de pragas reduz a população da praga ou incidência de doença, mantendo um nível que não cause danos econômicos à cultura (abaixo do Nível de Controle). O primeiro requisito na escolha de um organismo para controle biológico é a não aptidão em causar danos às plantas ou alimentar-se delas, garantindo que o organismo seja liberado em quantidade em área determinada, não se tornando uma nova praga.

Outro princípio básico do  controle biológico com drone é o balanço final entre a população do organismo benéfico em relação à da praga, atingindo o equilíbrio após a liberação massal do primeiro. Portanto, não há que se temer infestações incontroláveis de agentes biológicos de controle. Da mesma forma, faz-se necessário inundar novamente áreas infestadas com pragas e doenças a cada ciclo da cultura.

Os Agentes Biológicos de Controle (ABC) podem ser microbiológicos (vírus, fungos e bactérias) ou macrobiológicos (parasitoides ou predadores – nematoides). Produtos comerciais à base desses organismos são chamados defensivos biológicos e possuem características sustentáveis, tais como baixa toxicidade, segurança de manuseio, baixo impacto ambiental, baixa pressão de seleção de populações resistentes.

Drone para agricultura de precisão

Estar sempre atento e avaliar a saúde das culturas é fundamental, detectando possíveis doenças bacterianas, fúngicas e viroses. Ao analisar uma cultura usando luz visível e infravermelha, os dispositivos carregados pelo drone para agricultura podem identificar quais plantas refletem diferentes quantidades de luz em diversos comprimentos de onda. Com isso, são produzidas imagens multiespectrais que rastreiam mudanças nas plantas e indicam sua saúde. Assim, é possível elaborar um controle de pragas eficaz, com uma resposta rápida que pode salvar uma lavoura inteira.

Quando a doença é descoberta de maneira mais rápida e em local preciso, a efetividade nas pulverizações é muito maior. Saber as localizações exatas das infestações também permite fazer aplicações localizadas, economizando na aplicação de defensivos agrícolas. Mas o uso de drone para agricultura de precisão pode também ter o objetivo de observar o desenvolvimento da cultura.

Além do controle biológico, o drone também permite saber o momento certo da adubação de cobertura e da realização da colheita, garantindo maior produtividade. Ao invés de fazer esse monitoramento da cultura e das invasoras a campo, tomando horas da equipe de trabalho, um drone pode fazer o mesmo em pouquíssimo tempo, com apenas um operador.

Melhor drone para agricultura

Os drones para topografia da Nuvem UAV se destacam no mercado nacional devido à capacidade de produção superior aos demais concorrentes da mesma categoria — chegando, em alguns casos, a dobrar o rendimento hectare/dia se comparado com outros drones similares.

O drone Spectral é uma excelente opção para aqueles que preferem um modelo mais leve e prático. Mas se você precisa de um drone para mapeamento com maior autonomia de voo, velocidade e alcance, o Batmap é a opção ideal.

Este drone para mapeamento possui duas versões: o Batmap 1 e o Batmap 2. Enquanto o primeiro possui 90 minutos de autonomia, o segundo possui 3 horas. O Batmap 1 tem raio de operação de 6 km e seu pouso é feito de barriga. Já o Batmap 2, tem 10 km de raio de operação e pouso de paraquedas.

  • Share post